Domingo, 15 de Fevereiro de 2009

Flávio comenta derrota na Madeira


                                           Foto: vitoriasempre.net

 

«Resultado foi um acidente de percurso»

Flávio comenta derrota na Madeira e garante que equipa aprendeu com os erros.

Depois da derrota pesada diante do Nacional, é hora de “levantar a cabeça” e preparar o próximo jogo. Pelo menos, é esta a filosofia que Flávio pretende transmitir a todos os vitorianos. “Não estávamos a espera deste resultado mas aconteceu. Agora, há que pensar já no próximo jogo frente ao Estrela da Amadora, que é muito importante para nós”, comentou. O capitão do Vitória não entende o que aconteceu na Madeira mas admite que o Vitória cometeu “bastantes erros”. “Este jogo foi mau e o resultado foi um acidente no percurso, pois o Vitória tem vindo a melhorar e vai continuar a subir”, assegurou.
O Vitória não tem tempo para parar e, por isso, não adianta olhar para trás. A Taça de Portugal faz ainda parte do horizonte vitoriano, um sonho que está ainda por realizar. “A Taça de Portugal é um dos nossos objectivos. É um sonho poder estar novamente no Jamor mas, para isso, temos de vencer o próximo jogo, que não vai ser fácil”, assumiu. Consciente do valor do adversário, Flávio Meireles não espera facilidades. “O Estrela da Amadora está a fazer um bom campeonato e tem excelentes jogadores. Aliás, gostaria de dar os meus parabéns ao Estrela pela atitude que tem vindo a demonstrar perante a situação em que se encontram”, elogiou.
O capitão é a voz do comando vitoriano. É ele quem transmite a mística do clube e é ele a prova viva de que há ainda o “amor à camisola”. Porém, a concorrência no meio campo aumenta e Flávio não pode facilitar. “Temos boas soluções no meio campo, como em todos os sectores. Cada vez é mais difícil conquistar a titularidade mas temos de lutar cada vez mais para chegar ao onze inicial”, concluiu.

Reportagem do Site Oficial do VitóriaSC

 

 

"Levantar a cabeça e ganhar ao Estrela"

A derrota sofrida na Madeira já faz parte do passado. Agora há que pensar já no Estrela da Amadora, com quem o Vitória joga o acesso às meias-finais da Taça de Portugal. Ainda assim Flávio Meireles, faz ver que o que se passou ontem com o Nacional “não se pode repetir”. Para o capitão vitoriano “aqueles quarenta e cinco minutos foram de facto maus” e por isso mesmo a derrota “foi justa”. Ainda assim e para Flávio, esta foi uma derrota que não vai fazer inverter o bom momento que o Vitória vinha atravessando.
Agora o “inimigo” chama-se Estrela da Amadora, equipa que merece todo o respeito ao capitão vitoriano, por tudo aquilo que tem passado nos últimos tempos.
Para Flávio este é um jogo bastante importante, porque para além de ser mais um obstáculo para a tão desejada e sonhada, final da Taça, pode ser uma outra via para as competições europeias. Isto apesar de Flávio Meireles continuar a acreditar que o conseguirá através do campeonato: “Esta é apenas a terceira jornada da 2ª volta. Ainda há muito campeonato pela frente e estou convicto de que vamos conseguir”, sentenciou o capitão do Vitória depois do treino matinal.
Meireles aproveitou ainda para fazer o ponto de situação dos quatro reforços, pedindo ainda tempo para a total integração de todos.
Flávio falou no final do treino desta manhã, com uma hora e vinte minutos depois do inicialmente agendado. A equipa, juntamente com a equipa técnica, estiverem no balneário a ver e dissecar tudo aquilo que tinha sido feito horas antes.
Quanto ao treino, o onze titular que alinhou com o Nacional, fez apenas corrida. Os restantes levaram uma “tareia” de Manuel Cajuda, que os colocou a jogar uma peladinha em apenas meio-campo e não se fez rogado fazendo-os parar várias vezes para ouvirem das boas…
O Vitória volta a treinar no Complexo na manhã deste domingo.

 

Ouçaaquia conferência de imprensa completa.

 

Reportagem do site VitoriaSempre.net

 

 

Flávio Meireles
"Queremos chegar à final da Taça"

De volta a casa, o Guimarães já está a tratar de sarar as feridas resultantes da visita à Choupana, onde encontrou um Nacional muito forte. Flávio Meireles sentiu na pele a força do último adversário, mas também reconhece que a equipa vitoriana esteve uns furos razoáveis abaixo do habitual. "Depois de duas vitórias, estávamos moralizados e não nos passava pela cabeça perder na Madeira. Depois de rever o jogo, acho que perdemos bem: contra factos, não há argumentos", suspirou o capitão, apontando de imediato baterias no sentido do jogo de terça-feira, frente ao Estrela da Amadora, para a Taça de Portugal Millennium. "Há que rectificar os erros vencendo o Estrela. Queremos chegar à final da Taça de Portugal, pois é uma forma de atingirmos uma competição europeia", antecipou. Pelo meio, fez um rectificação. "Não estamos tão mal como dizem. No fim faremos as contas", propôs.

Reportagem do jornal O Jogo

publicado por CláudiaBragança às 16:41
link do post | comentar | favorito
|

.il capitano

Flávio Miguel Magalhães Sousa Meireles
Data de nascimento: 03/10/1976
Altura: 1,87m
Peso: 88 kg
Posição: Médio-defensivo
Número da camisola: 26
Nacionalidade: Portuguesa
Naturalidade: Ribeira de Pena
Residência: Guimarães

Trajectória:
1996/97: Moreirense
1997/98: Moreirense / Fafe
1998/2000: Fafe
2000/2003: Moreirense
Desde 2003: Vitória de Guimarães

.vídeos

Veja nonosso canal no You Tube
todos os vídeos relacionados com o Flávio.



Outros vídeos:

Declarações à GuimarãesTV

Reportagem RTP - Trio de Ataque

O capitão mais feliz do mundo

.o que dizem dele...

 

"O Flávio é o melhor
jogador que já treinei"
,

Manuel Machado 

 

"O Flávio é o melhor capitão
que tive em 25 anos de carreira.
Não que os outros não fossem bons,
mas ele é melhor,
porque além de tudo
é um colega."

Manuel Cajuda

 

"Nuno Santos aproveitou a
entrevista do jornal "O Vitória"
para falar de um atleta que o
impressionou pela positiva.
Nuno deixa aqui bem patente a
admiração por Flávio e enaltece
o peso do capitão no balneário:
"Quando cá cheguei, ouvi muitas
pessoas a dizer que o Flávio
estava há demasiado tempo no
Vitória. Dá-me vontade de rir,
porque as pessoas não fazem ideia
da importância do nosso capitão
dentro do balneário.
Ele é grande em tudo.
Transporta a mística do clube, integra
os que chegam, orienta os miúdos
e, além de tudo isto, dá a vida pelo
Vitória.

O Flávio, assim como o Moreno,
devem ser preservados, porque são
eles a alma do Vitória.
São os capitães na verdadeira acepção
da palavra. É um enorme prazer conviver
diariamente com gente desta natureza."
Nuno Santos (Jogador do VitóriaSC)

 

"Há um certo peso naquilo que eu digo,
tal como há no Flávio. Ele é a verdadeira
representatividade da massa associativa
dentro do campo, com o seu espírito guerreiro.
Capitão melhor do que ele não poderia haver,
é um capitão com propriedade porque se trata
de uma pessoa fantástica, um verdadeiro líder
que puxa sempre para cima."
Nilson (Jogador VitóriaSC)

.destaque Revista J

.Participe!

Qualquer dúvida, sugestão ou mensagem
que queira deixar neste blog por favor
utilize o nosso e-mail.

 

flaviomeireles26@sapo.pt

.links

.Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.arquivos

.número de visitas

.fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds