Terça-feira, 2 de Dezembro de 2008

Vitória perde novamente em Alvalade


                                                                       Foto: MaisFutebol

 

Crónica

A pressão e a obrigação de ganhar há muito que se confundem em Alvalade, mas, desta vez, o discurso de Paulo Bento no lançamento da partida foi compreendido e interiorizado de forma plena pelos intérpretes leoninos, que se instalaram no relvado com vontade de mandar no jogo, de assumir, sem desvios nem contemporizações, as iniciativas de ataque. À dinâmica de construção, desde os minutos iniciais, o Sporting juntou competência na pressão, quando o Guimarães se tentava erguer para reagir à maior intensidade e predisposição dos anfitriões para resolverem e garantirem uma vitória que, em casa, lhes fugia desde o dia 1 de Outubro - há dois meses. E, assim que Hélder Postiga, aos 8', venceu a marcação de Vítor Bastos e rompeu a defensiva vimaranense para, de pé direito, aplicar na bola o selo de golo, emergiu a certeza, pela importância da estatística, de que o triunfo, tão ambicionado pelos verdes e brancos, estaria sentenciado. E porquê? É simples: sempre que Postiga descobre o código postal da baliza, o Sporting, sofra muito ou pouco para conservar a vantagem, sai de campo vitorioso. Foi assim em Braga, na segunda jornada, sucedeu o mesmo na terceira ronda, na recepção ao Belenenses, e… a regra, que ainda não admitiu excepção, teve confirmação ontem, na noite em que o ex-portista assinou o seu terceiro golo como leão na Liga Sagres.

O segundo golo do Sporting não tardou muito - foi obra de Liedson, servido por Romagnoli, aos 21' - e revelou-se um contributo valioso para uma equipa que procurava serenar e reduzir a zero os motivos de reclamação do seu público. Do ponto de vista táctico, Bento introduziu algumas modificações no 4x4x2 losango, com indicações inequívocas para que Romagnoli e Izmailov caíssem, à vez, numa das alas, bem enfiados na frente, com um dos dois pontas-de-lança também a descair para que se compusesse uma linha larga, bem aberta, de três unidades, facto que tornou o sistema-modelo do Sporting mais complicado de bloquear.

E, actuando com empenho e solidez, foi relativamente fácil ultrapassar um Guimarães pouco inspirado, frágil nas saídas para o ataque - sobretudo no primeiro tempo, com um ror de passes falhados - e pouco ou nada importunador na linha ofensiva, que, no arranque da partida, contou com Marquinho e Desmarets perto dos flancos, acompanhados por Nuno Assis, que foi fazendo de organizador e de… referência no eixo. É verdade que o Vitória melhorou no segundo tempo, depois de Cajuda ter trocado um central (Vítor Bastos) por um verdadeiro homem de área (Roberto), recuando Desmarets para lateral e derivando Momha para central. Mas essa resposta, de alguma maneira, também foi consentida pelos leões, que apostavam no contra-ataque e no ataque rápido para ferir.

Crónica de João Sanches no jornal O Jogo

 

Ficha de jogo

Sporting CP 2-0 Vitória SC
(Postiga 8' e Liedson 21')

Competição: Liga Sagres (10ª jornada)
Estádio: José de Alvalade, Lisboa
Arbitragem: Duarte Gomes; José Lima e Pedro Garcia; André Gralha

Sporting CP
Rui Patrício, Grimi (Ronny 62'), Polga, Carriço, Pereirinha, Miguel Veloso, João Moutinho, Izmailov, Romagnoli (Adrien Silva 86'), Hélder Postiga e Liedson
Suplentes não utilizados: Tiago, Cédric Soares, Pedro Mendes e Yannick Djaló
Treinador: Paulo Bento
Golos: Postiga e Liedson
Cartões amarelos: Grimi (60')
Cartões vermelhos: -

Vitória SC
Nilson, Andrezinho, Gregory, Vitor Bastos (Roberto 45'), Momha, Flávio (Carlitos 64'), João Alves, Wênio, Desmarets, Nuno Assis e Marquinho (Fajardo 77')
Suplentes não utilizados: Nuno Santos, Márcio, Lionn e Jean Coral
Treinador: Manuel Cajuda
Golos: -
Cartões amarelos: Momha (6'), Andrezinho (64') e Nuno Assis (80')
Cartões vermelhos: -

 

Avaliação
A prestação do capitão, segundo a imprensa

Flávio Meireles - 4
Do seu 150.º jogo na Liga, não levará grande recordação. Superado.
O Jogo

Flávio Meireles - 5
Os seus 150 jogos na 1ª Liga mereciam melhor exibição.
SportDigital

 

Resumo
Veja aqui o resumo da partida (GuimarãesTV)

publicado por CláudiaBragança às 11:45
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Jericho a 4 de Dezembro de 2008 às 13:01
Boas, gostava que adicionasses o meu blog, o Coisas de Futebol, aos vossos links...

O link é http://awp-coisasdefutebol.blogspot.com/

Depois vai lá avisar sff que é para também vos colocarmos nos vossos links

Comentar post

.il capitano

Flávio Miguel Magalhães Sousa Meireles
Data de nascimento: 03/10/1976
Altura: 1,87m
Peso: 88 kg
Posição: Médio-defensivo
Número da camisola: 26
Nacionalidade: Portuguesa
Naturalidade: Ribeira de Pena
Residência: Guimarães

Trajectória:
1996/97: Moreirense
1997/98: Moreirense / Fafe
1998/2000: Fafe
2000/2003: Moreirense
Desde 2003: Vitória de Guimarães

.vídeos

Veja nonosso canal no You Tube
todos os vídeos relacionados com o Flávio.



Outros vídeos:

Declarações à GuimarãesTV

Reportagem RTP - Trio de Ataque

O capitão mais feliz do mundo

.o que dizem dele...

 

"O Flávio é o melhor
jogador que já treinei"
,

Manuel Machado 

 

"O Flávio é o melhor capitão
que tive em 25 anos de carreira.
Não que os outros não fossem bons,
mas ele é melhor,
porque além de tudo
é um colega."

Manuel Cajuda

 

"Nuno Santos aproveitou a
entrevista do jornal "O Vitória"
para falar de um atleta que o
impressionou pela positiva.
Nuno deixa aqui bem patente a
admiração por Flávio e enaltece
o peso do capitão no balneário:
"Quando cá cheguei, ouvi muitas
pessoas a dizer que o Flávio
estava há demasiado tempo no
Vitória. Dá-me vontade de rir,
porque as pessoas não fazem ideia
da importância do nosso capitão
dentro do balneário.
Ele é grande em tudo.
Transporta a mística do clube, integra
os que chegam, orienta os miúdos
e, além de tudo isto, dá a vida pelo
Vitória.

O Flávio, assim como o Moreno,
devem ser preservados, porque são
eles a alma do Vitória.
São os capitães na verdadeira acepção
da palavra. É um enorme prazer conviver
diariamente com gente desta natureza."
Nuno Santos (Jogador do VitóriaSC)

 

"Há um certo peso naquilo que eu digo,
tal como há no Flávio. Ele é a verdadeira
representatividade da massa associativa
dentro do campo, com o seu espírito guerreiro.
Capitão melhor do que ele não poderia haver,
é um capitão com propriedade porque se trata
de uma pessoa fantástica, um verdadeiro líder
que puxa sempre para cima."
Nilson (Jogador VitóriaSC)

.destaque Revista J

.Participe!

Qualquer dúvida, sugestão ou mensagem
que queira deixar neste blog por favor
utilize o nosso e-mail.

 

flaviomeireles26@sapo.pt

.links

.Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.arquivos

.número de visitas

.fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds