Terça-feira, 2 de Setembro de 2008

E eles pagaram mesmo!


                                                                     Foto: Site Oficial VitóriaSC

 

Crónica

Desta vez o golo não foi anulado, desta vez não roubaram ao Vitória o direito ao sonho, mesmo que ele tenha sido construido em cima de muito sofrimento e algum auto-abandono do ataque. Graças a Deus, há no futebol uma justiça poética que funciona. Assim nasceu a primeira vitória da época.
O controle das emoções e do jogo nem sempre são fáceis de fazer. Sobretudo numa equipa que foi atingida, em poucos dias, por um furacão contraditório de estímulos. Havia o estímulo positivo de entrar na história do clube, se conseguisse o acesso ao quadro principal da liga dos Campeões, mas veio depois, fulminante, o estímulo negativo de ficar imóvel perante a impotência de um roubo. A isto era necessário responder com uma convicção extrema nas suas capacidades e o Vitória fez essa demonstração na Madeira.
Manuel Cajuda mudou algumas pequenas coisas. Quase detalhes na forma como a equipa abordou o jogo, mas também, em certo sentido, oferecendo aos jogadores uma estrutura onde eles se sentissem mais confortáveis no controle da situação e menos embaraçados se tivessem de ir à procura do domínio dos acontecimentos. No banco de suplentes ficou o acelerador da equipa, Marquinho, substituido por Wénio, que assim foi mais um parafuso colocado por Cajuda na casa das máquinas do Vitória. Um meio-campo laborioso, certeiro, dinâmico e a funcionar numa posição invertida ao que é a mais constante matriz do meio-jogo vitoriano.
No ataque, uma contrariedade e uma aposta. Lesionou-se Douglas no último treino antes do jogo, já na Madeira, entrou Roberto, que voltou a marcar um golo importante. A meio da semana tiraram-lhe a hipótese de marcar o golo da sua vida, desta vez, o mesmo Luciano que tinha feito a assistência para o golo de Basileia, voltou a enviar a bola com a precisão de meio-golo. Um golo que juntou a vantagem no marcador à vantagem que o Vitória sempre teve a meio-campo.
Todo o controle pacientemente urdido em toda a primeira metade do encontro perdeu-se ao longo da segunda. Finalmente começaram a sentir-se os efeitos de Basileia, das viagens, do cansaço e sobretudo de uma justificada penúria mental, que parecia resultar da forma como a esta equipa foi subtraida a simples possibilidade de jogar na “Champions”. A certeza de que uma vitória entregaria aos jogadores a recauchutagem anímica que tanta falta faz a estes jogadores, acabou por retrair-nos na defesa heróica da nossa baliza.

Foram quarenta e cinco minutos de resistência, de cerco do Marítimo e de alguma sorte.
Também Manuel Cajuda leu as possibilidades da equipa de forma muito realista, apostando na saída de Roberto, em mais um pequeno mas deliberado ensaio defensivo. A equipa sofreu, mas desta vez vimo-la sofrer em campo e não fora dele. Desta vez vimos que o futebol também pode encontrar mecanismos auto-compensatórios e por isso, a espantosa demonstração de sofrimento foi o possível reencontro com as vitórias e com uma certa justiça poética. Uma vitória que enterrou a mais capciosa derrota de sempre da história do clube.

Crónica do Site Oficial Vitória SC

 


                                                                    Foto: Site Oficial VitóriaSC

 

Ficha de jogo

Marítimo 0-1 Vitória SC
(Roberto 15')
 

Competição: Liga Sagres (2ª jornada)
Estádio: Estádio dos Barreiros, Funchal
Arbitragem: Pedro Henriques; Gabínio Evaristo e Hernâni Fernandes; Bruno Esteves

Marítimo
Marcos, Briguel, Fernando Cardozo, Guilherme, Carlos Fernandes, Olberdam, Djalma, Miguelito, Marcinho, Pedro Moutinho e Gonçalo
Jogaram ainda: João Luiz, Cadu e Paulo Jorge
Suplentes não utilizados: Marcelo, Luís Olim, João Luiz e Manu
Treinador: Lori Sandri
Golos: -
Cartões amarelos: -
Cartões vermelhos: -

Vitória SC
Nilson, Andrezinho, Gregory, Moreno, Luciano Amaral, João Alves, Flávio Meireles, Fajardo, Wênio, Desmarets e Roberto

Jogaram ainda: Momha, Luís Filipe e Marquinho
Suplentes não utilizados: Serginho, Danilo e Jean Coral
Treinador: Manuel Cajuda
Golos: Roberto (15')
Cartões amarelos: Moreno (73'), Andrezinho (82') e Wenio (90')
Cartões vermelhos: -

 


                                                                     Foto: Site Oficial VitóriaSC

 

Avaliação
A prestação do capitão segundo a imprensa

Flávio Meireles - 7
Aproveitou o privilégio de actuar sem adversário directo para mandar no meio-campo.
O Jogo

Flávio Meireles - 7
Teve sempre a preocupação de ser o 'patrão' da equipa vitoriana. Esteve enorme na sua entrega à luta. Nunca baixou os braços.
SportDigital

 

Resumo
Veja aqui o resumo da partida (GuimarãesTV)

publicado por CláudiaBragança às 21:30
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Contabilidade Organizada a 3 de Setembro de 2008 às 15:30
Depois de uma temporada histórica em Guimarães, os espectativas estão altas. Mas com o Vitória a pisar os calcanhares aos três clubes que dominam o futebol português desde sempre, o clube torna-se um alvo apetecível de apitos, sistemas e esquemas afins.

Este blog nasce com o contributo de três bloguers vimaranenses e vitorianos. O nosso objectivo será, durante o próximo campeonato, dissecar online o tema mais discutido do futebol nacional: as arbitragens.

Serão 30 semanas de actividade, analisando os encontros do Vitória. Por aqui vão também passar as noticias da semana no que à arbitragem nacional diz respeito e algumas das novidades internacionais acerca da integração de novas tecnologias, mudanças de regras, etc. No final de cada semana, vamos fazer as contas entre o "deve e o haver" dos jogos do Vitória.

Para que no fim possamos fazer todas contas - com rigor e seriedade.

Visitem www.contabilidadeorganizada.blogspot.com
De Izmailov7 a 3 de Setembro de 2008 às 20:57
Olá! Fico mesmo feliz plo vitória ter ganho! A forma como estragaram o sonho, foi mesmo muito má! Mas agora há que seguir em frente! Beijinho

Comentar post

.il capitano

Flávio Miguel Magalhães Sousa Meireles
Data de nascimento: 03/10/1976
Altura: 1,87m
Peso: 88 kg
Posição: Médio-defensivo
Número da camisola: 26
Nacionalidade: Portuguesa
Naturalidade: Ribeira de Pena
Residência: Guimarães

Trajectória:
1996/97: Moreirense
1997/98: Moreirense / Fafe
1998/2000: Fafe
2000/2003: Moreirense
Desde 2003: Vitória de Guimarães

.vídeos

Veja nonosso canal no You Tube
todos os vídeos relacionados com o Flávio.



Outros vídeos:

Declarações à GuimarãesTV

Reportagem RTP - Trio de Ataque

O capitão mais feliz do mundo

.o que dizem dele...

 

"O Flávio é o melhor
jogador que já treinei"
,

Manuel Machado 

 

"O Flávio é o melhor capitão
que tive em 25 anos de carreira.
Não que os outros não fossem bons,
mas ele é melhor,
porque além de tudo
é um colega."

Manuel Cajuda

 

"Nuno Santos aproveitou a
entrevista do jornal "O Vitória"
para falar de um atleta que o
impressionou pela positiva.
Nuno deixa aqui bem patente a
admiração por Flávio e enaltece
o peso do capitão no balneário:
"Quando cá cheguei, ouvi muitas
pessoas a dizer que o Flávio
estava há demasiado tempo no
Vitória. Dá-me vontade de rir,
porque as pessoas não fazem ideia
da importância do nosso capitão
dentro do balneário.
Ele é grande em tudo.
Transporta a mística do clube, integra
os que chegam, orienta os miúdos
e, além de tudo isto, dá a vida pelo
Vitória.

O Flávio, assim como o Moreno,
devem ser preservados, porque são
eles a alma do Vitória.
São os capitães na verdadeira acepção
da palavra. É um enorme prazer conviver
diariamente com gente desta natureza."
Nuno Santos (Jogador do VitóriaSC)

 

"Há um certo peso naquilo que eu digo,
tal como há no Flávio. Ele é a verdadeira
representatividade da massa associativa
dentro do campo, com o seu espírito guerreiro.
Capitão melhor do que ele não poderia haver,
é um capitão com propriedade porque se trata
de uma pessoa fantástica, um verdadeiro líder
que puxa sempre para cima."
Nilson (Jogador VitóriaSC)

.destaque Revista J

.Participe!

Qualquer dúvida, sugestão ou mensagem
que queira deixar neste blog por favor
utilize o nosso e-mail.

 

flaviomeireles26@sapo.pt

.links

.Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.arquivos

.número de visitas

.fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds