Sábado, 23 de Agosto de 2008

Primeiro jogo entre Vitórias volta a dar empate


                                                                     Foto: Site Oficial VitóriaSC

Crónica

O arranque do Guimarães não foi aquele que os seus jogadores e adeptos queriam. Mas as explicações - ou pelo menos as mais importantes - terão de ser encontradas numa segunda parte de nível muito inferior à primeira e também ao resultado das alterações feitas pelos dois treinadores. Daúto Faquirá conseguiu melhorar a produção da sua equipa, Manuel Cajuda viu as mudanças manterem, ou em alguns casos, piorarem o que já não estava bem.
No encontro inaugural da Liga Sagres, Guimarães e Setúbal repetiram o resultado da época passada, também em jogo referente à primeira jornada e disputado no D. Afonso Henriques, embora com uma vertente diferente: as duas equipas foram claramente mais arrojadas e estiveram mais inspiradas.
Ontem, o Setúbal entrou em campo com uma postura retraída, dando a iniciativa ao adversário e mostrando consciência de que não tinha capacidade de discutir o jogo pelo jogo. Um medo que os minhotos "sentiram" e, desde muito cedo, tentaram aproveitar através daquilo que tão bom resultado deu no ano transacto: futebol flanqueado, trocas de bola permanentes - alicerçadas numa grande mobilidade dos jogadores mais avançados -, pressão alta e velocidade no ataque à baliza de Bruno Vale.
Se os sadinos entraram receosos, mais o ficaram com esta entrada dos donos da casa. Muito lentos, incapazes de acertar nas marcações, inofensivos no ataque, os forasteiros tinham em Leandro Lima um timoneiro sem auxiliares. E para se dar uma ideia do estado de espírito do Setúbal, basta dizer que aos 17', quando beneficiaram de um canto, o jogador que o marcou demorou uma eternidade a chegar à bandeirola.
Os vimaranenses dominavam, mas com o passar do tempo pareceram começar a ficar ansiosos com o não aparecimento do golo. Tiveram várias oportunidades para o fazer, mas esbarravam entre alguma eficácia defensiva adversária e alguma precipitação própria só o conseguindo a poucos segundos do intervalo. Fajardo e Andrezinho construíram o lance para Douglas o concluir de forma fácil.
O golo espevitou os forasteiros e pareceu tolher os movimentos aos locais. Sob a batuta de Bruno Gama, o Setúbal assumiu, finalmente, que não tinha nada a perder. Passou a jogar de igual para igual, a colocação em campo melhorou e o Guimarães começou a "baralhar-se". Se Faquirá colocou, e bem, em campo Carrijo e Bruno Ribeiro, já Manuel Cajuda pareceu ter sido infeliz quando decidiu trocar Marquinhos por Wênio e Douglas por Jean Coral. Elias, aos 82' empatou, e deu corpo ao que se tinha passado após o intervalo.

Crónica de Rui Gomes no jornal O Jogo

 

Ficha de jogo

Vitória SC 1-1 Vitória FC
(Douglas 45' e Elias 82')

Competição: Liga Sagres (1ª jornada)
Estádio: D. Afonso Henriques
Árbitro: Olegário Benquerença

Vitória SC
Nilson, Andrezinho, Gregory, Moreno, Luciano Amaral, Flávio, João Alves, Fajardo, Marquinho, Desmarets e Douglas
Jogaram ainda: Wênio, Luis Filipe e Jean Coral
Suplentes não utilizados: Nuno Santos, Danilo, Mohma e Paulo Henrique
Treinador: Manuel Cajuda
Golos: Douglas (45')
Cartões amarelos: Marquinho (48') e Flávio (64')
Cartões vermelhos: -

Vitória FC
Bruno Vale, Robson, Sandro, Elias, Laionel, Janício, Auri, Ricardo Chaves, Leandro Lima, Mateus e Cissokho
Jogaram ainda: Bruno Gama, Carrijo e Bruno Ribeiro
Suplentes não utilizados: Pedro Alves, Michel, Hugo e Carlos Saleiro
Treinador: Daúto Faquirá
Golos: Elias (82')
Cartões amarelos: Bruno Vale (39') e Elias (51')
Cartões vermelhos: -

 


                                                           Foto: Site Oficial VitóriaSC

 

Avaliação
A prestação do capitão, segundo a imprensa desportiva

Flávio Meireles - 5 
Um amarelo com o Basileia, outro com o Setúbal. De resto, o costume: muito trabalho e uma enorme vontade de destruir e ajudar a construir.
O Jogo

Flávio Meireles - 7
Um lutador com enorme alma e que sempre procurou contagiar os seus companheiros. Exemplar. Injustamente "marcado" por Olegário Benquerença.
SportDigital

 


                   Foto: Site Oficial VitóriaSC

 

Resumo
Veja aqui o resumo da partida (GuimarãesTV)

publicado por CláudiaBragança às 21:13
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De vitoriagmr1922 a 24 de Agosto de 2008 às 12:42
Entrevista com José Marinho
(Dir. de Comunicação Social do Vitória Sport Clube)

http://www.vitoria1922.com/entrevista-com-jose-marinho/
De Izmailov7 a 24 de Agosto de 2008 às 15:07
Olá. Muito obrigada pelo comentário e por me teres adicionado aos favoritos. Também já estás nos meus favoritos.
E queria desejar muito boa sorte para o jogo de Basileia. Que ganhe o melhor e que o melhor seja o Vit. de Guimarães.

Beijinho*

Comentar post

.il capitano

Flávio Miguel Magalhães Sousa Meireles
Data de nascimento: 03/10/1976
Altura: 1,87m
Peso: 88 kg
Posição: Médio-defensivo
Número da camisola: 26
Nacionalidade: Portuguesa
Naturalidade: Ribeira de Pena
Residência: Guimarães

Trajectória:
1996/97: Moreirense
1997/98: Moreirense / Fafe
1998/2000: Fafe
2000/2003: Moreirense
Desde 2003: Vitória de Guimarães

.vídeos

Veja nonosso canal no You Tube
todos os vídeos relacionados com o Flávio.



Outros vídeos:

Declarações à GuimarãesTV

Reportagem RTP - Trio de Ataque

O capitão mais feliz do mundo

.o que dizem dele...

 

"O Flávio é o melhor
jogador que já treinei"
,

Manuel Machado 

 

"O Flávio é o melhor capitão
que tive em 25 anos de carreira.
Não que os outros não fossem bons,
mas ele é melhor,
porque além de tudo
é um colega."

Manuel Cajuda

 

"Nuno Santos aproveitou a
entrevista do jornal "O Vitória"
para falar de um atleta que o
impressionou pela positiva.
Nuno deixa aqui bem patente a
admiração por Flávio e enaltece
o peso do capitão no balneário:
"Quando cá cheguei, ouvi muitas
pessoas a dizer que o Flávio
estava há demasiado tempo no
Vitória. Dá-me vontade de rir,
porque as pessoas não fazem ideia
da importância do nosso capitão
dentro do balneário.
Ele é grande em tudo.
Transporta a mística do clube, integra
os que chegam, orienta os miúdos
e, além de tudo isto, dá a vida pelo
Vitória.

O Flávio, assim como o Moreno,
devem ser preservados, porque são
eles a alma do Vitória.
São os capitães na verdadeira acepção
da palavra. É um enorme prazer conviver
diariamente com gente desta natureza."
Nuno Santos (Jogador do VitóriaSC)

 

"Há um certo peso naquilo que eu digo,
tal como há no Flávio. Ele é a verdadeira
representatividade da massa associativa
dentro do campo, com o seu espírito guerreiro.
Capitão melhor do que ele não poderia haver,
é um capitão com propriedade porque se trata
de uma pessoa fantástica, um verdadeiro líder
que puxa sempre para cima."
Nilson (Jogador VitóriaSC)

.destaque Revista J

.Participe!

Qualquer dúvida, sugestão ou mensagem
que queira deixar neste blog por favor
utilize o nosso e-mail.

 

flaviomeireles26@sapo.pt

.links

.Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.arquivos

.número de visitas

.fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds