Quarta-feira, 16 de Julho de 2008

Vitória sai da ObiCup com nova derrota

 

Uma revisão urgente à máquina do Guimarães é o mínimo que se recomenda depois da terceira derrota consecutiva em jogos de preparação para a nova temporada. Transportado para testes especiais na Suíça, o surpreendente Fórmula 1 que cortou a meta em terceiro lugar na corrida do Campeonato até revelou bom ritmo na primeira volta de aquecimento, tendo como competidor o Wolfsburgo, um bólide bem mais sofisticado, mas depois foi perdendo potência e acabou por revelar avarias preocupantes nos teóricos passeios com o Botafogo, que se fez representar no Torneio OBI Cup por um conjunto de jovens promessas, e o recôndito Yverdon, aspirante a uma época tranquila na II divisão suíça.
Quando se pensava que à terceira tentativa seria de vez, o motor vitoriano voltou a estourar logo no arranque e não conseguiu mais do que aproximar-se ligeiramente do adversário no segundo tempo, depois de Gregory ter dado um empurrãozinho em forma de golo (de cabeça). Dá que pensar. Por incrível que pareça, o Guimarães entrou no jogo realmente a perder. Sem fio de jogo, quase derretidos pelo calor, os minhotos estacionaram no relvado, e o resultado de tamanha cerimónia foram dois golos de rajada de Diouf e Gaballa, entre os minutos 9 e 10. No primeiro lance, chegou a ser incrível a forma displicente como Andrezinho acompanhou Biscotte até à linha de fundo, sem esboçar um desarme.
Só o cruzamento (facilitado) do atacante foi meio golo para Diouf. Já o disparo de Gaballa é de responsabilidade de quase todos, já que o avançado teve tempo para tudo, e espaço, disparando do meio da rua sem qualquer oposição. Até Nuno Santos confiou demasiado no golpe de vista. Com João Alves e Sereno em dificuldades físicas, a equipa minhota exagerou nas desatenções e jogou de forma desgarrada, revelando ao mesmo tempo défice de qualidade nalguns reforços. Como lufada de ar fresco, os ex-juniores causaram boa impressão, merecendo destaque o extremo Rafael. Esses, sim, deram ao turbo. 
 

Crónica de Pedro Rocha no jornal O Jogo

 

Ficha de jogo
Yverdon 2 - Guimarães 1

(Diouf 9', Gaballa 10' e Gregory 56')

Competição: ObiCup
Estádio: Municipal de Yverdon, Suíça
Árbitro: M. Mijic

Yverdon 
Bauch, Reis Rocha, Sejmenovic, Oppliger, Buchel, N'Dzomo, Laugeois, Lima de Souza, Diouf, Gaballa e Biscotte
Jogaram ainda:
Kaddour, Meoli, Gourmi, Pepsy, Martins e Talovic
Treinador:
Vittorio Bevilacqua

VitóriaSC 
Nuno Santos, Andrezinho, Moreno, Gregory, Momha, Flávio Meireles, Tiago Ronaldo, Carlitos, Fajardo, Desmarets e Roberto

Jogaram ainda: Serginho, Lionn, Marquinho, Jean Coral, Paulo Henrique, Rafael, Diogo, Luciano Amaral, Danilo e Dinis
Treinador: Manuel Cajuda

Cartões amarelos: Flávio Meireles 55', Gourmi 61', Diogo 72', Moreno 76', Kaddour 82' e Talovic 89'
Cartões vermelhos: -

 

Reacção do Capitão

Flávio Meireles: "Vale a pena confiar nesta equipa"

No final do jogo-treino em Yverdon, foi o capitão da equipa, Flávio Meireles, a dirigir-se aos jornalistas. Fez o rescaldo do jogo e o balanço do estágio na Suiça.
«Está à vista que os resultados não foram agradáveis. Isso é impossível de esconder, porque é sempre melhor treinar a ganhar do que treinar a perder. Mas é preciso notar que estamos ainda naquela fase da pré-época em que as pernas pesam muito e não deixam os jogadores atingir o seu rendimento ideal. Nós queremos uma coisa e sai-nos outra. Estamos a fazer um trabalho que dure toda uma época, não nos preparámos para causar boa impressão neste torneio. Já sabíamos que seria difícil, os jogadores estão cansados, mas também sabem que vamos dar a volta a isto. E será já no próximo sábado, contra o Varzim e depois teremos de confirmar essa subida de rendimento no torneio que vamos realizar no Algarve. Não há razão para os adeptos do Vitória estarem preocupados, porque isto é normal acontecer nestas fases iniciais de época. Eu sei que estão tristes, nós também estamos mas vale a pena confiar nesta equipa. E apesar dos resultados, o Vitória conseguiu lançar mais três jovens jogadores, neste jogo-treino, todos eles provenientes dos escalões de formação do clube. Isto é muito positivo e eu sei a importância que estes jogadores podem ter no futuro, neste clube. Eu também sou um produto da formação do Vitória e ver o lançamento destes jovens dá-me um grande gozo. O futuro imediato e o futuro mais distante da equipa estão assegurados.»

Declarações publicadas no site oficial do VitóriaSC

 

Flávio Meireles
"Ainda estamos longe do melhor"
A imagem negativa transmitida no jogo com o Yverdon foi desmontada em aspectos positivos pelo capitão Flávio Meireles. "Em termos de resultados, não está a correr bem. Há que tirar ilações das coisas que correram menos bem, trabalhar sobre elas. Por outro lado, o que se leva deste estágio é um espírito de união muito forte, trabalhámos duramente na Quinta do Pinheiro e agora na Suíça. Tirando os resultados, o saldo é positivo, os laços são agora mais fortes do que nunca", destacou, reconhecendo dificuldades do ponto de vista físico. "Ainda estamos longe do melhor. Sabíamos isso e queríamos fazer o melhor possível, mas o cansaço não ajuda. Isto vai acabar por virar no jogo com o Varzim, já no sábado, e depois no torneio do Algarve, na Challenge Cup", disse.

Declarações publicadas no jornal O Jogo

publicado por CláudiaBragança às 22:39
link do post | comentar | favorito
|

.il capitano

Flávio Miguel Magalhães Sousa Meireles
Data de nascimento: 03/10/1976
Altura: 1,87m
Peso: 88 kg
Posição: Médio-defensivo
Número da camisola: 26
Nacionalidade: Portuguesa
Naturalidade: Ribeira de Pena
Residência: Guimarães

Trajectória:
1996/97: Moreirense
1997/98: Moreirense / Fafe
1998/2000: Fafe
2000/2003: Moreirense
Desde 2003: Vitória de Guimarães

.vídeos

Veja nonosso canal no You Tube
todos os vídeos relacionados com o Flávio.



Outros vídeos:

Declarações à GuimarãesTV

Reportagem RTP - Trio de Ataque

O capitão mais feliz do mundo

.o que dizem dele...

 

"O Flávio é o melhor
jogador que já treinei"
,

Manuel Machado 

 

"O Flávio é o melhor capitão
que tive em 25 anos de carreira.
Não que os outros não fossem bons,
mas ele é melhor,
porque além de tudo
é um colega."

Manuel Cajuda

 

"Nuno Santos aproveitou a
entrevista do jornal "O Vitória"
para falar de um atleta que o
impressionou pela positiva.
Nuno deixa aqui bem patente a
admiração por Flávio e enaltece
o peso do capitão no balneário:
"Quando cá cheguei, ouvi muitas
pessoas a dizer que o Flávio
estava há demasiado tempo no
Vitória. Dá-me vontade de rir,
porque as pessoas não fazem ideia
da importância do nosso capitão
dentro do balneário.
Ele é grande em tudo.
Transporta a mística do clube, integra
os que chegam, orienta os miúdos
e, além de tudo isto, dá a vida pelo
Vitória.

O Flávio, assim como o Moreno,
devem ser preservados, porque são
eles a alma do Vitória.
São os capitães na verdadeira acepção
da palavra. É um enorme prazer conviver
diariamente com gente desta natureza."
Nuno Santos (Jogador do VitóriaSC)

 

"Há um certo peso naquilo que eu digo,
tal como há no Flávio. Ele é a verdadeira
representatividade da massa associativa
dentro do campo, com o seu espírito guerreiro.
Capitão melhor do que ele não poderia haver,
é um capitão com propriedade porque se trata
de uma pessoa fantástica, um verdadeiro líder
que puxa sempre para cima."
Nilson (Jogador VitóriaSC)

.destaque Revista J

.Participe!

Qualquer dúvida, sugestão ou mensagem
que queira deixar neste blog por favor
utilize o nosso e-mail.

 

flaviomeireles26@sapo.pt

.links

.Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.arquivos

.número de visitas

.fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds