Segunda-feira, 5 de Maio de 2008

Capitão segura o sonho

 

Tropas de Manuel Cajuda empataram em Belém (1 - 1) - Champions League à vista!
Se exceptuarmos os primeiros 15 minutos da partida, que fizeram lembrar o pesadelo vivido no D. Afonso Henriques a semana passada, o Vitória remontou à forma habitual e foi a equipa de sempre: personalizada, ambiciosa e muito determinada. Aproveitando o desastre inicial dos vitorianos, o Belenenses marcou cedo por intermédio de Weldon. Seguidamente, a turma de Jorge Jesus voltou a assustar e esteve mais perto do segundo golo do que o Vitória da igualdade.
Curiosamente, o primeiro grande erro de Jorge Sousa coincidiu com o primeiro equilíbrio de forças verificado na partida. Rodrigo Alvim teve uma entrada miserável sobre Carlitos (entrada por trás) e, para além de ter incapacitado o extremo de continuar em campo, conseguiu permanecer em jogo fruto da vista grossa de Jorge Sousa. Roberto entrou para o lugar de Carlitos - que teve que ser suturado com 4 pontos no pé esquerdo - e o Vitória melhorou indiscutivelmente. Ganhou uma referência no centro do ataque e paulatinamente foi assumindo as despesas do encontro. Depois de várias tentativas, a equipa de Manuel Cajuda empatou aos 30 minutos, com Flávio a dar o melhor seguimento a um canto de Desmarets.
O Vitória estava claramente na sua melhor fase, conseguiu aniquilar o meio-campo belenense e prontificou-se para atacar a vantagem no marcador. O que até teria acontecido, não fosse um golo mal anulado a Ghilas. O avançado vitoriano estava em linha com Amaral, mas o árbitro assistente nº 1 (como sempre aconteceu durante os primeiros 45 minutos) foi demasiadamente lesto a levantar a bandeira. No segundo tempo, e já conhecedor do adiantamento sportinguista em Paços de Ferreira, o VItória entrou forte e com vontade de levar os três pontos para Guimarães. Ainda que tenha tido o maior controlo da partida e mais tempo a bola em seu poder, o Vitória esbarrou sempre numa equipa bastante experiente e exímia em termos tácticos.
Para além disso, o relógio não parava e esse factor foi pesando... nas pernas dos jogadores de ambas as equipas. No entanto, há sempre quem teime em lembrar que a excepção confirma a regra. Ghilas voltou a mostrar que não cansa e num dos inúmeros rasgos que protagonizou foi tocado dentro da área por um defesa contrário. Mais uma vez, e como não podia deixar de ser, a equipa de arbitragem não consegiu vislumbrar o sucedido. Até final, destaque para uma enorme defesa de Nilson a um remate de Zé Pedro - o melhor jogador do Belenenses.
Em suma, o Vitória sai do Restelo sem perder nada e regressa a Guimarães com o terceiro lugar intacto. Nos outros campos, o Sportingo venceu por 1 - 0 em Paços de Ferreira, enquanto o Benfica não foi além de um nulo na Amadora. Espremidos todos estes factos, a verdade é nua e crua: o Vitória está a um passo de fazer história ao qualificar-se pela primeira vez para a Liga dos Campeões. Para isso, tem apenas que bater o Estrela da Amadora no D. Afonso Henriques, na derradeira jornada da Bwin Liga 2007/2008.

Crónica in:VitóriaSC.pt

Momento
21' [1-1]
Milhões na cabeça
O Guimarães começou a perder o jogo bem cedo, mas nunca perdeu a cabeça. E por falar em cabeça... Foi num golpe certeiro de Flávio Meireles que a equipa da Cidade Berço empatou e ganhou alma.
In:
O Jogo

 

Ficha de jogo
Belenenses 1-1 Vitória SC
(Weldon 5' e Flávio 29')

 

Competição: BWinLiga (29ª jornada)
Estádio: Estádio do Restelo, Lisboa
Árbitro: Jorge Sousa

Belenenses
Júlio César, Amaral, Rolando, Edson, Rodrigo Alvim, Gomez, Zé Pedro, Silas, Rafael Bastos (Fernando 84'), João Paulo (Roncatto 74') e Weldon
Suplentes não utilizados: Costinha, Cândido Costa, Devic, Evandro e Gonçalo Brandão
Treinador: Jorge Jesus

Vitória SC
Nilson, Andrezinho, Sereno, Geromel e Momha, Flávio Meireles, João Alves (Fajardo 74'), Desmarets, Carlitos (Roberto 14'), Alan (Marquinho 66') e Ghilas
Suplentes não utilizados: Nuno Santos, Luciano, Moreno e Radanovic
Treinador: Manuel Cajuda

Cartões amarelos: Rodrigo Alvim (15'), Andrezinho (35'), Alan (56'), Gabriel Gómez (87'), Roncatto (89') e Zé Pedro (90'+1) 
Cartões vermelhos: -

 

 

Avaliação

(3,5) Flávio Meireles - A estrela
Apontou no Restelo, de cabeça, o segundo golo de uma temporada em que foi um dos esteios do meio-campo do Guimarães. É um senhor, joga sempre de cabeça levantada e, apesar de às vezes jogar nos limites da rispidez, transmite confiança inabalável a todo o sector defensivo. Ontem, destruiu pela raiz todas as tentativas de ataque dos azuis, designadamente na segunda parte, na qual o Belenenses acabou domesticado.
In:
O Jogo

(3) Flávio Meireles
É um batalhador incansável. Aproveitou da melhor forma um momento de liberdade para fazer o golo do empate que mantém o sonho da Europa.
In: Record

(7) Flávio Meireles
Os avançados pareciam atrapalhar-se no remate à baliza e, como tal, foi lá à frente mostrar como se faz, com um cabeceamento imparável (29'). A defender é de uma utilidade extrema para a equipa, transmitindo com a sua entrega uma mensagem importante para os companheiros. É guerreiro, sim senhor.
In:
A Bola

(8) Flávio Meireles
Dominou o jogo na zona do meio campo. Assumiu-se como o verdadeiro patrão e capitão da equipa. Teve ainda oportunidade para fazer um golo que pode valer uma ida à Champions League. Uma exibição ao seu melhor estilo e que tem repetido, várias vezes, ao longo da temporada.
In:
SportDigital 

Flávio
Excelente golo num jogo em que teve de recorrer mais vezes à falta do que é habitual, uma vez que a descompensação colectiva foi notória em alguns lances. Os níveis físicos da equipa, compreensivelmente, também já não são os mesmos.
In: Desportivo de Guimarães

 

Declarações

Flávio Meireles e a última ronda: «Pode ser um dia histórico»
[ 2008/05/04 | 21:48 ] Redacção NT
Flávio Meireles, capitão do V. Guimarães, em declarações à Sport Tv, a comentar o empate no Restelo (1-1):
«Estamos no terceiro lugar. É um lugar invejável. Temos de estar contentes. Vai ser uma semana muito agradável porque podemos ficar na história. Isso deixa-nos cheios de orgulho. Esperamos ter uma boa prestação no domingo e vencer o Estrela da Amadora. Vamos ter estádio cheio, com os adeptos a apoiar-nos. Pode ser um dia histórico. Esperamos corresponder da melhor maneira. Todo o grupo está de parabéns e esperamos que seja o culminar de uma grande época.» «Fizemos o jogo possível nesta fase da época. Na primeira parte não estivemos tão bem. No segundo tempo dominámos.»
[sobre o golo] «A minha função é aparecer no primeiro poste. Tive a felicidade de estar no lugar certo à hora certa.»
In:
MaisFutebol

Flávio Meireles: «Fizemos o jogo possível»
Capitão vimaranense dirige energia para o jogo com o Estrela
Flávio Meireles mostrou-se conformado com o empate diante do Belenenses e preferiu falar da próxima jornada, a última, na qual o Vitória de Guimarães recebe o Estrela da Amadora ainda com esperança de alcançar o 2.º lugar.
"Aqui fizemos o jogo possível", referiu o capitão vimaranenses, autor do golo do empate no Restelo.
"Agora esperamos ter uma boa prestação frente ao Estrela da Amadora. O Estádio deverá estar cheio de adeptos a apoiarem a equipa num dia que pode ser histórico para o Vitória. Contamos que seja o culminar de uma excelente época", acrescentou.
In:
Record 

"O jogo possível"
Fizemos o jogo possível. Na primeira parte não estivemos tão bem, mas no segundo controlámos. O resultado é justo. Tive a felicidade de marcar. Vamos ter semana agradável, pois podemos ficar na história do clube."
In:
A Bola

Flávio quer Estádio cheio: "Domingo pode ser um dia histórico"
Flávio Meireles voltou a ser fundamental no Vitória. O capitão marcou o golo que possibilitou à equipa a conquista de um ponto que pode vir a ser determinante na atribuição do terceiro lugar e consequentemente apuramento para a pré-eliminatória da Liga dos Campeões. No final, Flávio admitia isso mesmo: "Temos que estar muito contentes com esta prestação; esta semana poderá ser muito agradável para nós porque podemos ficar na história de um clube como o Vitória deixa-nos cheios de orgulho. Sentimo-nos realizados com o trabalho que temos vindo a efectuar até agora."
Flávio acrescentou que o objectivo da equipa é agora "ter uma boa prestação no jogo de Domingo com o Estrela da Amadora", de modo a garantir um lugar histórico. "Vamos ter o Estádio cheio com os nossos adeptos a apoiarem-nos num dia que pode ser histórico para o Vitória. Esperamos responder da melhor maneira, mas o grupo já está de parabéns pela temporada que tem realizado. Falta o culminar desse trabalho."
O capitão abordou ainda, de modo mais concreto, o empate alcançado no Restelo, considerando que o Vitória "arriscou o possível para esta fase da época. Na primeira parte não estivemos muito bem, mas na segunda controlámos e o resultado é justo". Quanto ao golo marcado de cabeça, uma leitura simples: "A bola foi batida ao primeiro poste, a minha função é aparecer naquela zona, o Desmarets bateu bem o canto e eu tive a felicidade de estar no lugar certo à hora certa".
In:
Desportivo de Guimarães

 

Resumo
Veja
aquio resumo do jogo.

publicado por CláudiaBragança às 23:38
link do post | comentar | favorito
|

.il capitano

Flávio Miguel Magalhães Sousa Meireles
Data de nascimento: 03/10/1976
Altura: 1,87m
Peso: 88 kg
Posição: Médio-defensivo
Número da camisola: 26
Nacionalidade: Portuguesa
Naturalidade: Ribeira de Pena
Residência: Guimarães

Trajectória:
1996/97: Moreirense
1997/98: Moreirense / Fafe
1998/2000: Fafe
2000/2003: Moreirense
Desde 2003: Vitória de Guimarães

.vídeos

Veja nonosso canal no You Tube
todos os vídeos relacionados com o Flávio.



Outros vídeos:

Declarações à GuimarãesTV

Reportagem RTP - Trio de Ataque

O capitão mais feliz do mundo

.o que dizem dele...

 

"O Flávio é o melhor
jogador que já treinei"
,

Manuel Machado 

 

"O Flávio é o melhor capitão
que tive em 25 anos de carreira.
Não que os outros não fossem bons,
mas ele é melhor,
porque além de tudo
é um colega."

Manuel Cajuda

 

"Nuno Santos aproveitou a
entrevista do jornal "O Vitória"
para falar de um atleta que o
impressionou pela positiva.
Nuno deixa aqui bem patente a
admiração por Flávio e enaltece
o peso do capitão no balneário:
"Quando cá cheguei, ouvi muitas
pessoas a dizer que o Flávio
estava há demasiado tempo no
Vitória. Dá-me vontade de rir,
porque as pessoas não fazem ideia
da importância do nosso capitão
dentro do balneário.
Ele é grande em tudo.
Transporta a mística do clube, integra
os que chegam, orienta os miúdos
e, além de tudo isto, dá a vida pelo
Vitória.

O Flávio, assim como o Moreno,
devem ser preservados, porque são
eles a alma do Vitória.
São os capitães na verdadeira acepção
da palavra. É um enorme prazer conviver
diariamente com gente desta natureza."
Nuno Santos (Jogador do VitóriaSC)

 

"Há um certo peso naquilo que eu digo,
tal como há no Flávio. Ele é a verdadeira
representatividade da massa associativa
dentro do campo, com o seu espírito guerreiro.
Capitão melhor do que ele não poderia haver,
é um capitão com propriedade porque se trata
de uma pessoa fantástica, um verdadeiro líder
que puxa sempre para cima."
Nilson (Jogador VitóriaSC)

.destaque Revista J

.Participe!

Qualquer dúvida, sugestão ou mensagem
que queira deixar neste blog por favor
utilize o nosso e-mail.

 

flaviomeireles26@sapo.pt

.links

.Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.arquivos

.número de visitas

.fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds