Quinta-feira, 10 de Abril de 2008

«Vão levar com o Vitória até ao fim»


                                                            (Foto: A Bola/Paulo Esteves/ASF)

 

Flávio Meireles tem 31 anos e mais de dez viveu-os no Vitória. A realizar a melhor época de sempre - «estou eu e está a equipa...» - , a braçadeira de capitão e o conhecimento profundo da realidade vitoriana conferem-lhe estatuto bem especial. E se à máxima bravura exibida no relvado juntarmos um discurso tremendamente arrojado, não há como duvidar da sua prova de confiança num final super feliz. «Por muito que isso custe a alguns...», atira, ousado.

- O Vitória está ou não a ser levado ao colo pelos árbitros?
- Nem quero crer que as pessoas ligadas ao futebol pensem tal coisa. Se estamos nos primeiros lugares é por mérito próprio de jogadores, técnicos, Direcção e não por favores de árbitros.

- Mas essa não parece ser a opinião de Luís Filipe Vieira.
- Que quer que lhe diga? Não me compete comentar declarações de dirigentes, nem entrarei por aí, correndo o risco de seguir o mau exemplo de outros. Não é assim que o futebol português sai beneficiado.

- Mas conseguem ficar indiferentes às várias insinuações de favorecimentos?
- Claro que conseguimos. Como? Já estavamos precavidos para esse género de jogadas menos claras. Está na cara que poucos acreditariam ser possível ver-nos tão em cima e há quem não consiga sequer disfarçar que andamos a incomodá-los, mas, paciência, vão ter que levar com o Vitória até ao fim.

- Quem é que se sente incomodado? É o Benfica? O Sporting?
- Não são essas equipas que costumam lutar pelos lugares cimeiros? Quem imaginaria que nos iríamos intrometer nessa luta? A partir do momento em que isso aconteceu, houve quem ficasse bastante perturbado. Mais: além de nos encher de orgulho, esse é sinal claro do belíssimo campeonato que estamos a realizar. O pior é que, em Portugal, há quem só viva bem com o mal dos outros. Logicamente, haverá quem tente fazer tudo para provocar o nosso insucesso. Poderão é ter azar...
 

 

Pressões

- E a pressão que se avizinha? Vão aguentá-la ou o risco de soçobrarem é tremendo?
- Acredito que vamos aguentar. Podem dizer ou insinuar o que quiserem, não podem é apagar o passado do clube e, desde que me conheço, pressão foi sempre coisa que nunca faltou ao Vitória. Se não era para jogar pela Europa, era para não descer e no ano passado era para subir. É igual a pressão...

- Igual, igual...
- Ok, rectifico: igual não será, até por estarmos tão perto de atingir a Champions, mas não se esqueçam que temos estado sempre nos primeiros lugares. E isto não é obra do acaso. Também por andarmos na frente desde o início estamos mais do que calejados para o que possa vir por aí, embora, aqui, ninguém viva obcecado com a Champions.

 

Frustrações

- Como acreditar nisso quando o próprio presidente do Vitória anunciou há dias que só pensa no 2º lugar?
- Têm de acreditar, porque é verdade. Obviamente, todos gostaríamos de jogar na Champions. Porém, o nosso objectivo prioritário é garantir a Europa.

- Imagine, então, que o Vitória acaba o campeonato abaixo do 3º lugar. A frustração não será medonha?
- Não vejo porquê! Temos ou não temos realizado uma prova fantástica, muito acima do esperado? Reconheço, sim, que os adeptos possam ficar super desiludidos, já que têm sede de vitórias e de grande proezas. Mas, também por termos noção desse facto, tudo iremos fazer para que não vivam tal angústia. Se estamos com os mesmos pontos do segundo é obvio que lutaremos por essa classificação até final, mas de aí a falar em frustração é completo equívoco, especialmente por não ter sido esse o objectivo inicial.

 

Alta tensão?
- Tanto falatório entre dirigentes não afectará o Vitória? Ou, no mínimo, não será sinónimo de alta tensão no jogo com o Boavista?

- Alta tensão, porquê? Os jogos com o Boavista costumam ser especiais, mas falar-se em algo mais é erro crasso. Estou convencido que a equipa ficará imune ao que tem sido dito. Não, não receamos forças obscuras. Aliás, acredito que estão a ser dados passos seguros - pequeninos é certo, mas visíveis... - e que caminhamos para um futebol melhor. Não me passa pela cabeça que factos estranhos sucedam no sábado. Confio que a transparência será total de quem participa directamente no jogo. Nem vejo motivos para recear o contrário.

 

 

«Levados ao colo
pelos árbitros?
Nem quero crer
que as pessoas
ligadas ao futebol
pensem tal coisa.
Estamos em cima
por mérito próprio
e não por favores
dos árbitros.»

 

 

As diferenças
Muito bem muito maus...

- É o Vitória que está bem de mais ou Benfica e Sporting que estão maus de mais?
- Que o Vitória está muito bem parece-me ser ideia unânime. No campo, temos provado que somos grande equipa, mesmo sabendo que a maioria dos jogadores nunca tinha jogado na Liga. Aí, ficam bem explícitas a força mental e a capacidade de superação deste grupo. Agora, quanto ao Benfica e Sporting, não será novidade alguma se disser que não estão a realizar um campeonato à medida da sua grandeza. O problema é que há quem não queira ver isso. Mas isso é algo que não nos aquece, nem arrefece. Importante mesmo é acabarmos o campeonato em grande.
 

 

Braçadeira que impõe respeito
«Não é preciso dar pontapés nos cestos»

- Com a época que estão a fazer não precisou ainda de puxar dos galões ou de dar um grito no balneário. Verdade?
- Gritos? Não sou disso. E não é gritando ou dando pontapés nos cestos que se ganha a confiança. Por ser capitão, não sou mais do que os outros , nem sou a voz da razão. Dialogando é que todos se entendem, nos bons e nos maus momentos. É assim numa família, é assim num balneário.

- E queixas? Houve alguma recentemente? Até pela Direcção ter assumido que uma ida à Champions não dá prémio extra?
- Ninguém se queixou, nem se queixará. Os prémio estão estipulados desde o primeiro dia. Se a Direcção decidir mantê-los há que respeitar a decisão.

- Só falta dizer que umas boas centenas de euros a mais não farão diferença... Ou aqui já se ganham fortunas?
- Não, não digo isso. Não sou hipócrita e é natural que o desejo de todos seja ganhar mais. Porém, isso não implica, nem implicará, qualquer azia no balneário se a Direcção não der um prémio suplementar. Todos fomos informados no início da temporada do que estava em jogo. A partir daí...

 

In:ABola

publicado por CláudiaBragança às 20:38
link do post | comentar | favorito
|

.il capitano

Flávio Miguel Magalhães Sousa Meireles
Data de nascimento: 03/10/1976
Altura: 1,87m
Peso: 88 kg
Posição: Médio-defensivo
Número da camisola: 26
Nacionalidade: Portuguesa
Naturalidade: Ribeira de Pena
Residência: Guimarães

Trajectória:
1996/97: Moreirense
1997/98: Moreirense / Fafe
1998/2000: Fafe
2000/2003: Moreirense
Desde 2003: Vitória de Guimarães

.vídeos

Veja nonosso canal no You Tube
todos os vídeos relacionados com o Flávio.



Outros vídeos:

Declarações à GuimarãesTV

Reportagem RTP - Trio de Ataque

O capitão mais feliz do mundo

.o que dizem dele...

 

"O Flávio é o melhor
jogador que já treinei"
,

Manuel Machado 

 

"O Flávio é o melhor capitão
que tive em 25 anos de carreira.
Não que os outros não fossem bons,
mas ele é melhor,
porque além de tudo
é um colega."

Manuel Cajuda

 

"Nuno Santos aproveitou a
entrevista do jornal "O Vitória"
para falar de um atleta que o
impressionou pela positiva.
Nuno deixa aqui bem patente a
admiração por Flávio e enaltece
o peso do capitão no balneário:
"Quando cá cheguei, ouvi muitas
pessoas a dizer que o Flávio
estava há demasiado tempo no
Vitória. Dá-me vontade de rir,
porque as pessoas não fazem ideia
da importância do nosso capitão
dentro do balneário.
Ele é grande em tudo.
Transporta a mística do clube, integra
os que chegam, orienta os miúdos
e, além de tudo isto, dá a vida pelo
Vitória.

O Flávio, assim como o Moreno,
devem ser preservados, porque são
eles a alma do Vitória.
São os capitães na verdadeira acepção
da palavra. É um enorme prazer conviver
diariamente com gente desta natureza."
Nuno Santos (Jogador do VitóriaSC)

 

"Há um certo peso naquilo que eu digo,
tal como há no Flávio. Ele é a verdadeira
representatividade da massa associativa
dentro do campo, com o seu espírito guerreiro.
Capitão melhor do que ele não poderia haver,
é um capitão com propriedade porque se trata
de uma pessoa fantástica, um verdadeiro líder
que puxa sempre para cima."
Nilson (Jogador VitóriaSC)

.destaque Revista J

.Participe!

Qualquer dúvida, sugestão ou mensagem
que queira deixar neste blog por favor
utilize o nosso e-mail.

 

flaviomeireles26@sapo.pt

.links

.Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.arquivos

.número de visitas

.fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds