Sábado, 23 de Fevereiro de 2008

Vitória vence Naval e sobe provisoriamente ao 3º lugar


                                                              (Foto: VitóriaGrande/FotoGuima)
.

O Guimarães conseguiu uma vitória tangencial, mas pelo que fez na primeira parte o triunfo deveria ter sido mais amplo. Mesmo quando o cansaço foi visível em algumas das suas peças principais - especialmente no meio-campo e no ataque -, os pupilos de Cajuda nunca se assustaram com a (ténue) reacção dos forasteiros e continuaram a controlar as operações.
Era um jogo importante para os vimaranenses. Depois de duas derrotas consecutivas e antes da deslocação a Braga e da recepção ao Sporting, os donos da casa tinham de vencer este encontro por dois motivos: afastar o espectro de uma eventual crise, que inevitavelmente seria referida se a equipa não vencesse, e ganhar balanço para as próximas "batalhas".
Perante os cenários referidos, nada melhor que entrar a todo o gás. Com a Naval completamente desarticulada, sem capacidade para sair do seu meio-campo, os minhotos colocaram em campo as suas armas habituais: velocidade, capacidade de circulação da bola, sectores bem articulados e a vontade de marcar o mais cedo possível.
As oportunidades sucediam-se, mas teve de ser num remate de longe, na cobrança de um livre, que o Guimarães conseguiu o golo. Se os figueirenses já estavam atordoados, ainda mais ficaram. Sem capacidade de reacção - o primeiro remate directo à baliza de Nilson aconteceu aos 38' -, a equipa orientada por Ulisses Morais não conseguia ter a bola na sua posse mais do que alguns segundos.
A segunda parte trouxe, por escassos minutos, uma Naval mais atrevida, mais afoita e mais ofensiva. Mas foi sol de pouca dura. Os forasteiros não souberam aproveitar o cansaço visível nos donos da casa, traduzido não só na incapacidade de pressionarem como tinham feito no primeiro tempo, mas também no abrandamento da velocidade nas suas acções ofensivas, e rapidamente voltaram ao normal, ou seja à mediocridade. E, tirando um ou outro "despejar" para a área minhota, não conseguiram criar um lance que assustasse verdadeiramente Nilson.

Crónica in:O Jogo
.
.

Ficha de jogo
Vitória SC 1-0 Naval 1º de Maio
(Desmarets 22')

Competição: BwinLiga (20ª jornada)
Estádio: D. Afonso Henriques, Guimarães
Árbitro: Paulo Batista

Vitória SC
Nilson, Andrézinho, Sereno, Geromel, Desmarets, Flávio, João Alves, Ghilas (Moreno 76'), Carlitos (Fajardo 66'), Alan e Miljan (Roberto 80')
Suplentes não utilizados:
Serginho, Luciano, Radanovic e Felipe
Treinador: Manuel Cajuda

Naval 1º de Maio
Wilson Jr, Mário Sérgio, Paulão, Diego, China, Godemèche, Gilmar, Davide (Elivelton 65'), João Ribeiro (Hugo Santos 45'), Marcelinho, Saulo (Marinho 45')
Suplentes não utilizados: Taborda, Lopes, Igor e Dudu
Treinador: Ulisses Morais

Cartões amarelos: Davide (58'), Gilmar (67') e João Alves (88') 
Cartões vermelhos: -
.


                                                              (Foto: VitóriaGrande/FotoGuima)
.

Avaliação
(3) Flávio Meireles
Bem na ocupação dos espaços, o que lhe permitiu chegar quase sempre primeiro à bola, sobressaiu ainda pela forma como colocou a bola nos colegas mais adiantados.
In:
O Jogo

Flávio
Actuação serena, sem grande alardes mas igualmente sem comprometimentos negativos.
In: Desportivo de Guimarães

.

Resumo
Vejaaquio resumo desta partida.

publicado por CláudiaBragança às 17:16
link do post | comentar | favorito
|

.il capitano

Flávio Miguel Magalhães Sousa Meireles
Data de nascimento: 03/10/1976
Altura: 1,87m
Peso: 88 kg
Posição: Médio-defensivo
Número da camisola: 26
Nacionalidade: Portuguesa
Naturalidade: Ribeira de Pena
Residência: Guimarães

Trajectória:
1996/97: Moreirense
1997/98: Moreirense / Fafe
1998/2000: Fafe
2000/2003: Moreirense
Desde 2003: Vitória de Guimarães

.vídeos

Veja nonosso canal no You Tube
todos os vídeos relacionados com o Flávio.



Outros vídeos:

Declarações à GuimarãesTV

Reportagem RTP - Trio de Ataque

O capitão mais feliz do mundo

.o que dizem dele...

 

"O Flávio é o melhor
jogador que já treinei"
,

Manuel Machado 

 

"O Flávio é o melhor capitão
que tive em 25 anos de carreira.
Não que os outros não fossem bons,
mas ele é melhor,
porque além de tudo
é um colega."

Manuel Cajuda

 

"Nuno Santos aproveitou a
entrevista do jornal "O Vitória"
para falar de um atleta que o
impressionou pela positiva.
Nuno deixa aqui bem patente a
admiração por Flávio e enaltece
o peso do capitão no balneário:
"Quando cá cheguei, ouvi muitas
pessoas a dizer que o Flávio
estava há demasiado tempo no
Vitória. Dá-me vontade de rir,
porque as pessoas não fazem ideia
da importância do nosso capitão
dentro do balneário.
Ele é grande em tudo.
Transporta a mística do clube, integra
os que chegam, orienta os miúdos
e, além de tudo isto, dá a vida pelo
Vitória.

O Flávio, assim como o Moreno,
devem ser preservados, porque são
eles a alma do Vitória.
São os capitães na verdadeira acepção
da palavra. É um enorme prazer conviver
diariamente com gente desta natureza."
Nuno Santos (Jogador do VitóriaSC)

 

"Há um certo peso naquilo que eu digo,
tal como há no Flávio. Ele é a verdadeira
representatividade da massa associativa
dentro do campo, com o seu espírito guerreiro.
Capitão melhor do que ele não poderia haver,
é um capitão com propriedade porque se trata
de uma pessoa fantástica, um verdadeiro líder
que puxa sempre para cima."
Nilson (Jogador VitóriaSC)

.destaque Revista J

.Participe!

Qualquer dúvida, sugestão ou mensagem
que queira deixar neste blog por favor
utilize o nosso e-mail.

 

flaviomeireles26@sapo.pt

.links

.Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.arquivos

.número de visitas

.fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds