Terça-feira, 22 de Maio de 2007

"Devo tudo ao Vitória"

 

 

a carla oliveira é estudante de jornalismo na universidade do minho e na sequência de um trabalho sobre a subida do vitória à liga principal que teve de realizar, entrevistou o capitão flávio, para na primeira pessoa perceber um bocadinho melhor as emoções vividas em gondomar, no domingo da confirmação vitoriana, pelo líder do balneário vimaranense.
muito gentilmente, a carla cedeu-nos as palavras do capitão que deu mais uma vez um testemunho de enorme paixão pelo clube ao qual, como o próprio diz, deve tudo.

 

Entrevista a Flávio Meireles

 

O que sentiu em Gondomar quando se apercebeu que o Vitória voltaria à 1ª Divisão?

É indescritível, faltam palavras para descrever aquele momento. Eu tive dois anos complicados no Vitória, dois anos de muito sofrimento, um massacre psicológico, tudo corria mal e depois no fim do jogo com o Gondomar viu-se recompensado o nosso trabalho, foi uma sensação de alivio muito grande, uma paz de espírito, uma sensação de dever cumprido.

 

O Flávio teve na descida e na subida do clube. Sente-se aliviado por ter levado de novo o Vitória ao seu lugar?

Colocar o Vitória novamente na 1ª divisão era uma das minhas preocupações. Ficou uma espinha encravada na garganta com a descida de divisão e esta subida não apaga da minha cabeça aquilo que aconteceu na época passada. Vai ficar marcada para sempre. Mas um dos meus maiores objectivos era levar o Vitória ao lugar que é seu.

 

Sempre acreditou que a subida seria possível?

Sinceramente, quando em Dezembro olhei para a tabela classificativa e vi 13 pontos de desvantagem, achei que não fosse possível, mas depois tivemos muita força e conseguimos alcançar a subida. Cá dentro havia sempre uma força extra que não nos deixava ir a baixo, e felizmente conseguimos.

 

Os adeptos do Vitória apelidam-se de “Únicos”. Por vezes no bem e no mal. Como reagiu às críticas vindas das bancadas, principalmente na 1ª volta?

É complicado, eu acho que os sócios do Vitória tiveram muito paciência connosco já desde o ano passado porque foi ma demais para ser verdade e eu compreendo os adeptos porque nos não tínhamos argumento para contrariar essa fase ma, jogávamos mal, não ganhávamos. Uma coisa que nos uniu era pensar que teríamos que mudar a mentalidade dos adeptos, quisermos acreditar que no final da época eles nos iriam bater, e foi essa força que nós tivemos que nos fez vencer. Queremos sentir-nos orgulhosos e demos tudo.

Desejo estabilidade para o Vitória e que a direcção se esforce para o vitoria marcar passo na Super Liga, formar uma equipa competitiva e acho que quem joga no Vitória, e os responsáveis do Vitória tem que se aperceber que o Vitória é muito grande. O Vitória não pode andar neste sobe e desce. Tem que se lutar pela grandeza do Vitória.

 

O Flávio é apontado pela maioria dos adeptos como aquele que melhor sente a mística do Vitória. O que é para si o Vitória?

O Vitória para mim e tudo, foi o clube que me projectou, foi o clube que me fez jogador, me fez homem, é o clube do meu coração. Devo tudo ao Vitória, costumo dizer que há jogadores que podem sentir da mesma maneira, mas eu, Moreno, Targino sentimos de maneira diferente e é lógico que é especial para mim.

publicado por CláudiaBragança às 16:40
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Carla Oliveira a 23 de Maio de 2007 às 12:32
Foi um prazer entrevistar o Flávio. Ele é uma pessoa bastante humilde. Confesso que no início da entrevista estava com algum receio, mas depois deixei-me "levar" pelas palavras fantásticas do capitão. Ele faz mesmo a diferença. Claúdia, tu sabes o que eu penso, e nó sabemos o que ele pensa. Realmente, ele merece tudo isto.

Comentar post

.il capitano

Flávio Miguel Magalhães Sousa Meireles
Data de nascimento: 03/10/1976
Altura: 1,87m
Peso: 88 kg
Posição: Médio-defensivo
Número da camisola: 26
Nacionalidade: Portuguesa
Naturalidade: Ribeira de Pena
Residência: Guimarães

Trajectória:
1996/97: Moreirense
1997/98: Moreirense / Fafe
1998/2000: Fafe
2000/2003: Moreirense
Desde 2003: Vitória de Guimarães

.vídeos

Veja nonosso canal no You Tube
todos os vídeos relacionados com o Flávio.



Outros vídeos:

Declarações à GuimarãesTV

Reportagem RTP - Trio de Ataque

O capitão mais feliz do mundo

.o que dizem dele...

 

"O Flávio é o melhor
jogador que já treinei"
,

Manuel Machado 

 

"O Flávio é o melhor capitão
que tive em 25 anos de carreira.
Não que os outros não fossem bons,
mas ele é melhor,
porque além de tudo
é um colega."

Manuel Cajuda

 

"Nuno Santos aproveitou a
entrevista do jornal "O Vitória"
para falar de um atleta que o
impressionou pela positiva.
Nuno deixa aqui bem patente a
admiração por Flávio e enaltece
o peso do capitão no balneário:
"Quando cá cheguei, ouvi muitas
pessoas a dizer que o Flávio
estava há demasiado tempo no
Vitória. Dá-me vontade de rir,
porque as pessoas não fazem ideia
da importância do nosso capitão
dentro do balneário.
Ele é grande em tudo.
Transporta a mística do clube, integra
os que chegam, orienta os miúdos
e, além de tudo isto, dá a vida pelo
Vitória.

O Flávio, assim como o Moreno,
devem ser preservados, porque são
eles a alma do Vitória.
São os capitães na verdadeira acepção
da palavra. É um enorme prazer conviver
diariamente com gente desta natureza."
Nuno Santos (Jogador do VitóriaSC)

 

"Há um certo peso naquilo que eu digo,
tal como há no Flávio. Ele é a verdadeira
representatividade da massa associativa
dentro do campo, com o seu espírito guerreiro.
Capitão melhor do que ele não poderia haver,
é um capitão com propriedade porque se trata
de uma pessoa fantástica, um verdadeiro líder
que puxa sempre para cima."
Nilson (Jogador VitóriaSC)

.destaque Revista J

.Participe!

Qualquer dúvida, sugestão ou mensagem
que queira deixar neste blog por favor
utilize o nosso e-mail.

 

flaviomeireles26@sapo.pt

.links

.Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.arquivos

.número de visitas

.fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds