Quarta-feira, 28 de Março de 2007

'as paixões de meireles'

 

As paixões de Meireles

O capitão da formação vimaranense acorda sempre para brincar com o filho Guilherme, de 3 anos. E em família descobre-se que o médio-defensivo raçudo é um pai dedicado

ANA RAMALHO


O dia começa bem cedo para Flávio Meireles. Saltar da cama e regressar à realidade do quotidiano poderá ser um dilema para uns, mas não o é para o capitão da equipa do Guimarães. O segredo estará no despertador. O dele não ecoa com aquele som irritante, que tantas vezes conduz à tentação de o desligar. Quem o acorda é, todos os dias e sem excepção, o seu filho Guilherme, de três anos, quando salta para os seus lençóis para lhe dar o primeiro bom-dia. "Tenho um bom acordar, por norma. É praticamente inevitável estar bem-disposto, porque os primeiros momentos da manhã são a brincar com o meu filho, ainda na cama", conta. Depois segue-se uma autêntica correria até bater a porta de casa. Flávio Meireles fica encarregue de vestir o pequenote, enquanto a mãe lhe prepara o pequeno-almoço.

A primeira paragem é no infantário de Guilherme e só depois o casal tem tempo de fazer a primeira refeição do dia, "numa pasteleira junto ao complexo da unidade do Guimarães", revela. Depois cada um segue o seu caminho, rumando aos seus compromissos profissionais: o jogador vai treinar e a sua esposa, Teresa, para o Hospital de Guimarães, onde é socióloga responsável pelo Gabinete do Utente. Mas o reencontro não tarda. Findo o apronto matinal, Flávio Meireles vai buscá-la para almoçar.

Como o dia de trabalho de um futebolista termina mais cedo, Flávio Meireles dispõe de algum tempo livre exclusivamente para si. Ocupa-o ora em casa, a "devorar" filmes - é um verdadeiro apaixonado por cinema -, ou "a tomar café com os amigos, no Parque da Cidade", onde, muitas vezes, também leva o filho, ao final da tarde, para correr ou jogar à bola, como tanto gosta. Aliás, Guilherme é, na companhia da avó, um espectador assíduo dos jogos do pai.

Privilegiando a vida familiar, Flávio é pois um pai e um marido dedicado. O casal está à espera do segundo filho, que nascerá em Maio, e o nome já foi escolhido pelo irmão: Afonso. A pré-mamã, Teresa, está já com uma barriga muito grande, por isso impõe-se que evite esforços. Cozinhar não é um talento do jogador, mas nas restantes tarefas domésticas está sempre pronto a ajudar: "Coloco a louça na máquina, ponho a mesa, a roupa a secar e sou sempre eu que vou às compras". Uma imagem que comprova ser o médio-defensivo raçudo um homem normal quando deixa o relvado.
 

Conhecer a "Big Apple" é uma ambição


Toda gente conhece a paixão de Flávio Meireles pelo futebol. Mas desconhecem-se outros interesses além fronteiras. Viajar é um gosto para o médio, que não se esquece das delícias exóticas das ilhas Maldivas, cenário escolhido para a sua lua-de-mel. Compreende-se, portanto, que o eleja como destino de sonho. "É um local que recomendo vivamente. É de uma beleza natural fantástica. É indescritível e excelente a todos os níveis. Tem tudo o que um casal recém-casado possa desejar", realçou. Na sua carteira de viagens há uma especial, que espera efectuar num futuro próximo: a Nova Iorque. Mas para visitar a "Big Apple", uma das maiores cidades do mundo, onde não faltam atracções e locais de visita obrigatória, sabe que precisará de uma grande disponibilidade de tempo.

 

artigo publicado em: Jornal "O Jogo"

 

publicado por CláudiaBragança às 12:12
link do post | comentar | favorito
|

.il capitano

Flávio Miguel Magalhães Sousa Meireles
Data de nascimento: 03/10/1976
Altura: 1,87m
Peso: 88 kg
Posição: Médio-defensivo
Número da camisola: 26
Nacionalidade: Portuguesa
Naturalidade: Ribeira de Pena
Residência: Guimarães

Trajectória:
1996/97: Moreirense
1997/98: Moreirense / Fafe
1998/2000: Fafe
2000/2003: Moreirense
Desde 2003: Vitória de Guimarães

.vídeos

Veja nonosso canal no You Tube
todos os vídeos relacionados com o Flávio.



Outros vídeos:

Declarações à GuimarãesTV

Reportagem RTP - Trio de Ataque

O capitão mais feliz do mundo

.o que dizem dele...

 

"O Flávio é o melhor
jogador que já treinei"
,

Manuel Machado 

 

"O Flávio é o melhor capitão
que tive em 25 anos de carreira.
Não que os outros não fossem bons,
mas ele é melhor,
porque além de tudo
é um colega."

Manuel Cajuda

 

"Nuno Santos aproveitou a
entrevista do jornal "O Vitória"
para falar de um atleta que o
impressionou pela positiva.
Nuno deixa aqui bem patente a
admiração por Flávio e enaltece
o peso do capitão no balneário:
"Quando cá cheguei, ouvi muitas
pessoas a dizer que o Flávio
estava há demasiado tempo no
Vitória. Dá-me vontade de rir,
porque as pessoas não fazem ideia
da importância do nosso capitão
dentro do balneário.
Ele é grande em tudo.
Transporta a mística do clube, integra
os que chegam, orienta os miúdos
e, além de tudo isto, dá a vida pelo
Vitória.

O Flávio, assim como o Moreno,
devem ser preservados, porque são
eles a alma do Vitória.
São os capitães na verdadeira acepção
da palavra. É um enorme prazer conviver
diariamente com gente desta natureza."
Nuno Santos (Jogador do VitóriaSC)

 

"Há um certo peso naquilo que eu digo,
tal como há no Flávio. Ele é a verdadeira
representatividade da massa associativa
dentro do campo, com o seu espírito guerreiro.
Capitão melhor do que ele não poderia haver,
é um capitão com propriedade porque se trata
de uma pessoa fantástica, um verdadeiro líder
que puxa sempre para cima."
Nilson (Jogador VitóriaSC)

.destaque Revista J

.Participe!

Qualquer dúvida, sugestão ou mensagem
que queira deixar neste blog por favor
utilize o nosso e-mail.

 

flaviomeireles26@sapo.pt

.links

.Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.arquivos

.número de visitas

.fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds