Terça-feira, 28 de Setembro de 2010

Vitória perde em Coimbra

Foto: vitoriasc.pt

 

Crónica

Uma lição de eficácia 

MELO ROSA

Uma verdadeira lição de eficácia. Assim se resume a vitória da Académica sobre um Guimarães incapaz de contrariar a inspiração de uma equipa que, uma vez mais, mostrou muito e bom futebol.

Antes de qualquer outra análise a uma segunda parte fantástica - na primeira quase deu para adormecer -, convém elogiar os dois grandes golos da Académica, em especial o de Sougou, um remate simplesmente fantástico de longe da área, sem hipótese de defesa para Nilson.

Motivada pela excelente posição que ocupa na tabela - melhor do que os vice-campeões de 1966/67, que à sexta jornada estavam em quarto lugar - a Académica entrou a todo o gás, procurando encostar um adversário com outras ambições. O 4x3x3 de Jorge Costa parecia mais consistente do que o 4x4x2 de Manuel Machado, mas não foi preciso muito tempo para equilibrar o jogo, conseguindo controlar e criar algumas situações de perigo. Nada, no entanto, que incomodasse uma Académica sempre rigorosa a defender.

Descontente com o rendimento da equipa, Manuel Machado trocou, ao intervalo, João Ribeiro por Rui Miguel. A ideia de ter alguém capaz de desequilibrar e dar maior dinâmica ao ataque, acabou por sair furada. Muito por culpa da inépcia de Rui Miguel e de uma reentrada em cena da Académica com todo o fulgor possível e imaginário. O golo feliz de Diogo Melo - a bola tabelou em Ricardo antes de enganar Nilson - não seria mais do que o corolário de uma enorme força de vontade para superar um Guimarães que, a exemplo do que se passou na primeira parte, pareceu estupefacto. A única diferença é que desta vez a reacção foi tão rápida que, dois minutos depois, Edgar concluiu com êxito um cruzamento de João Alves.

O Guimarães moralizou-se, carregou ligeiramente no acelerador, mas acabou por ser novamente surpreendido com o tal golaço de Sougou. A primeira derrota do Guimarães no campeonato foi rematada com mais um momento de inspiração, assinado por Laionel.

Crónica do jornal O Jogo

 

 

Ficha de jogo

Académica 3-1 Vitória SC
(Diogo Melo 52', Edgar 54', Sougou 80' e Laionel 89')

Competição: Liga Zon Sagres (6ª jornada)
Estádio: Cidade de Coimbra, Coimbra
Arbitragem: Jorge Sousa; José Ramalho e José Luís Melo; Pedro Maia
Académica
Peiser, Pedro Costa, Berger, Orlando, Hélder Cabral (Amoreirinha 84'), Nuno Coelho, Hugo Morais, Diogo Melo, Diogo Valente (Laionel 66'), Sougou e Miguel Fidalgo (Éder 72')
Suplentes não utilizados: Ricardo, Pape Sow, Diogo Gomes e Júnior Paraíba
Treinador: Jorge Costa
Golos: Diogo Melo, Sougou e Laionel
Cartões amarelos: Nuno Coelho (28') e Diogo Valente (59')
Cartões vermelhos: -

Vitória SC
Nilson, Alex, Ricardo, Freire, Bruno Teles, Cléber, João Alves (Pereirinha 78'), João Ribeiro (Rui Miguel 45'), Edson, Toscano (Faouzi 78') e Edgar
Suplentes não utilizados: Serginho, N'Diaye, Flávio Meireles e Douglas
Treinador: Manuel Machado
Golos: Edgar
Cartões amarelos: Alex (22') e Ricardo (75')
Cartões vermelhos: -

 

Avaliação
A prestação do capitão, segundo a imprensa

Flávio não foi utilizado por Manuel Machado nesta partida

publicado por CláudiaBragança às 18:46
link do post | comentar | favorito
|

.il capitano

Flávio Miguel Magalhães Sousa Meireles
Data de nascimento: 03/10/1976
Altura: 1,87m
Peso: 88 kg
Posição: Médio-defensivo
Número da camisola: 26
Nacionalidade: Portuguesa
Naturalidade: Ribeira de Pena
Residência: Guimarães

Trajectória:
1996/97: Moreirense
1997/98: Moreirense / Fafe
1998/2000: Fafe
2000/2003: Moreirense
Desde 2003: Vitória de Guimarães

.vídeos

Veja nonosso canal no You Tube
todos os vídeos relacionados com o Flávio.



Outros vídeos:

Declarações à GuimarãesTV

Reportagem RTP - Trio de Ataque

O capitão mais feliz do mundo

.o que dizem dele...

 

"O Flávio é o melhor
jogador que já treinei"
,

Manuel Machado 

 

"O Flávio é o melhor capitão
que tive em 25 anos de carreira.
Não que os outros não fossem bons,
mas ele é melhor,
porque além de tudo
é um colega."

Manuel Cajuda

 

"Nuno Santos aproveitou a
entrevista do jornal "O Vitória"
para falar de um atleta que o
impressionou pela positiva.
Nuno deixa aqui bem patente a
admiração por Flávio e enaltece
o peso do capitão no balneário:
"Quando cá cheguei, ouvi muitas
pessoas a dizer que o Flávio
estava há demasiado tempo no
Vitória. Dá-me vontade de rir,
porque as pessoas não fazem ideia
da importância do nosso capitão
dentro do balneário.
Ele é grande em tudo.
Transporta a mística do clube, integra
os que chegam, orienta os miúdos
e, além de tudo isto, dá a vida pelo
Vitória.

O Flávio, assim como o Moreno,
devem ser preservados, porque são
eles a alma do Vitória.
São os capitães na verdadeira acepção
da palavra. É um enorme prazer conviver
diariamente com gente desta natureza."
Nuno Santos (Jogador do VitóriaSC)

 

"Há um certo peso naquilo que eu digo,
tal como há no Flávio. Ele é a verdadeira
representatividade da massa associativa
dentro do campo, com o seu espírito guerreiro.
Capitão melhor do que ele não poderia haver,
é um capitão com propriedade porque se trata
de uma pessoa fantástica, um verdadeiro líder
que puxa sempre para cima."
Nilson (Jogador VitóriaSC)

.destaque Revista J

.Participe!

Qualquer dúvida, sugestão ou mensagem
que queira deixar neste blog por favor
utilize o nosso e-mail.

 

flaviomeireles26@sapo.pt

.links

.Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.arquivos

.número de visitas

.fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds