Sexta-feira, 14 de Agosto de 2009

Vitória vence Corunha


                                                                                  Foto: vitoriasc.pt

 

Crónica

Gigante estava em casa

Pedro Rocha 

Em contagem decrescente para o prestigiante Troféu Teresa Herrera, o Corunha sentiu na pele a força do Guimarães e só uma eventual vitória hoje, em Matosinhos, poderá funcionar como paliativo para a frustração de perder. Nada disto estaria certamente nos planos do técnico Miguel Angel Lotina nesta "escapadinha" de dois dias a terras de "nuestros hermanos vi" para ganhar embalagem, quem sabe, para o primeiro jogo do campeonato, frente ao Real Madrid, de Cristiano Ronaldo. Um problema enervante para os espanhóis; uma honra para os minhotos e, obviamente, mais um sintoma de que Nelo Vingada vai levando, devagarinho, a água ao seu moinho. Só falta alguma velocidade.
O esqueleto da equipa para a nova época, em 4x4x2, terá sido apresentado no primeiro tempo, já com o regressado Lazzaretti, mas foi já quando algumas opções de segunda linha se misturavam com titulares que o Guimarães disparou no marcador. Neste capítulo, houve qualquer coisa de "dejá vu" nos protagonistas, principalmente em relação a Jorge Gonçalves, capaz de ganhar a linha de fundo, em três tempos, para tirar cruzamentos bem medidos. Se a velocidade do ex-Racing Santander, que deveria ser um velho conhecido para o Corunha, funcionou como propulsor extra, Douglas foi meia desgraça total para os visitantes, ao desviar, de cabeça, um canto bem marcado por Gonçalves. Surpresa? Nenhuma. Trata-se do reforço-sensação da época anterior e está provado que sem problema físicos é feroz, sendo actualmente o melhor marcador da equipa, com três golos. O português Zé Castro, o internacional espanhol Valerón, entre outros, nem queriam acreditar, mas o pesadelo só ia a meio. Lopo deu-se mal com a velocidade de Marquinho, derrubou-o em falta na área e Moreno aproveitou para se redimir de um penálti falhado contra o Portsmouth.

Crónica do jornal O Jogo

 

 

Ficha de jogo

Vitória SC 2-0 Desportivo da Corunha
(Douglas 67' e Moreno 77')

Competição: Jogo particular
Estádio: D. Afonso Henriques, Guimarães
Árbitro: Cosme Machado

Vitória SC
Serginho, Andrezinho, Sereno, Custavo Lazzaretti, Milhazes, Flávio Meireles, João Alves, Nuno Assis, Desmarets, Rui Miguel e Douglas
Jogaram ainda: Alex, Moreno, Custódio, Jorge Gonçalves, Targino, Roberto, Tiago Alencar, Mendieta e Carlitos
Treinador: Nelo Vingada
Golos: Douglas e Moreno
Cartões amarelos: -
Cartões vermelhos: -

Desportivo da Corunha
Aranzubia, Laure, Lopo, Zé Castro, Filipe Luis, Alex Bergantiño, Juan Rodriguez, Valerón, Pablo Alvarez, Guardado e Riki
Jogaram ainda: Ivan Perez, Manuel Pablo, Sergio, Angulo, Mista e Juan Dominguez
Treinador: Miguel Angel Lotina
Golos: -
Cartões amarelos: -
Cartões vermelhos: -

 


                                                                                   Foto: vitoriasc.pt

 

Avaliação
A prestação do capitão, segundo a imprensa

Flávio Meireles
Palmilha os espaços do relvado como ninguém, tornando-se um obstáculo muito difícil de ultrapassar. É o que se pede a quem actua sobre o vértice mais recuado do meio-campo.
O Jogo

publicado por CláudiaBragança às 23:39
link do post | comentar | favorito
|

.il capitano

Flávio Miguel Magalhães Sousa Meireles
Data de nascimento: 03/10/1976
Altura: 1,87m
Peso: 88 kg
Posição: Médio-defensivo
Número da camisola: 26
Nacionalidade: Portuguesa
Naturalidade: Ribeira de Pena
Residência: Guimarães

Trajectória:
1996/97: Moreirense
1997/98: Moreirense / Fafe
1998/2000: Fafe
2000/2003: Moreirense
Desde 2003: Vitória de Guimarães

.vídeos

Veja nonosso canal no You Tube
todos os vídeos relacionados com o Flávio.



Outros vídeos:

Declarações à GuimarãesTV

Reportagem RTP - Trio de Ataque

O capitão mais feliz do mundo

.o que dizem dele...

 

"O Flávio é o melhor
jogador que já treinei"
,

Manuel Machado 

 

"O Flávio é o melhor capitão
que tive em 25 anos de carreira.
Não que os outros não fossem bons,
mas ele é melhor,
porque além de tudo
é um colega."

Manuel Cajuda

 

"Nuno Santos aproveitou a
entrevista do jornal "O Vitória"
para falar de um atleta que o
impressionou pela positiva.
Nuno deixa aqui bem patente a
admiração por Flávio e enaltece
o peso do capitão no balneário:
"Quando cá cheguei, ouvi muitas
pessoas a dizer que o Flávio
estava há demasiado tempo no
Vitória. Dá-me vontade de rir,
porque as pessoas não fazem ideia
da importância do nosso capitão
dentro do balneário.
Ele é grande em tudo.
Transporta a mística do clube, integra
os que chegam, orienta os miúdos
e, além de tudo isto, dá a vida pelo
Vitória.

O Flávio, assim como o Moreno,
devem ser preservados, porque são
eles a alma do Vitória.
São os capitães na verdadeira acepção
da palavra. É um enorme prazer conviver
diariamente com gente desta natureza."
Nuno Santos (Jogador do VitóriaSC)

 

"Há um certo peso naquilo que eu digo,
tal como há no Flávio. Ele é a verdadeira
representatividade da massa associativa
dentro do campo, com o seu espírito guerreiro.
Capitão melhor do que ele não poderia haver,
é um capitão com propriedade porque se trata
de uma pessoa fantástica, um verdadeiro líder
que puxa sempre para cima."
Nilson (Jogador VitóriaSC)

.destaque Revista J

.Participe!

Qualquer dúvida, sugestão ou mensagem
que queira deixar neste blog por favor
utilize o nosso e-mail.

 

flaviomeireles26@sapo.pt

.links

.Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.arquivos

.número de visitas

.fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds