Segunda-feira, 11 de Maio de 2009

Vitória perde em casa (0-1) com o Rio Ave


                                                              Foto: vitoriasc.pt

 

Crónica

Não têm de ficar ofendidos
Manuel Casaca

A festa que Carlos Brito e os jogadores do Rio Ave fizeram no final do jogo espelha a confiança que têm na permanência na Liga Sagres. Só a matemática aconselha prudência nas declarações, mas a emoção falou mais alto no momento em que Lucílio Baptista apitou pela última vez. Os vila-condenses mereceram o triunfo, o segundo consecutivo fora, e deram seguimento a uma série sensacional, com dez pontos conquistados em 12 possíveis. Um triunfo que teve sabor a justiça, com o golo a ser apontado por um Fábio Coentrão que merece uma segunda vida no Benfica. O esquerdino é craque. Pode faltar-lhe consistência de jogo, mas qualidade não. Acelerou quando quis, abrandou, quando a situação assim o aconselhava, fez passes de mestre, mostrou visão de jogo e marcou, com muita tranquilidade, o golo que valeu três pontos e que põe praticamente um ponto final na luta pela permanência.
O Rio Ave mereceu a vitória, isto por muito que alguns pensem que o Guimarães lhe fez o frete. Nada disso. Manuel Cajuda, que na véspera ficou superofendido, quando lhe perguntaram se o Guimarães iria dar o jeito ao Rio Ave, ontem teve motivos, isso sim, para ficar incomodado com a falta de qualidade de jogo dos seus comandados. Milhazes e Nuno Assis foram dos poucos que mostraram capacidade de luta e criatividade para inventarem jogadas de perigo junto da baliza defendida por Paiva, que regressou à Cidade-Berço no dia em que cumpriu o 50.º jogo com a camisola vila-condense. O Guimarães fez muito pouco, não porque estivesse a fazer um frete ao adversário, repita-se, mas porque o desânimo se apoderou da equipa numa altura em que o sonho europeu já foi por água abaixo. Na segunda parte, porém, os vimaranenses ainda tentaram o golo com maior insistência e até enviaram uma bola ao poste, mas o empate seria uma tremenda injustiça para os visitantes. A ganhar por 1-0, o Rio Ave mostrou espírito de entreajuda e soube sempre sair para o contra-ataque, normalmente conduzido pelo pé esquerdo de Fábio Coentrão ou pela velocidade de Chidi, e certamente ninguém ficaria surpreendido se os comandados de Carlos Brito tivessem chegado ao segundo golo. Yazalde, outro jogador em bom plano, teve várias ocasiões nos pés, mas não conseguiu bater Nilson. Festejou mais tarde, quando Lucílio Baptista apitou pela última vez.

Crónica do jornal O Jogo

 

Ficha de jogo

Vitória SC 0-1 Rio Ave
(Fábio Coentrão 40' GP)

Competição: Liga Sagres (28ª jornada)
Estádio: D. Afonso Henriques, Guimarães
Arbitragem: Lucílio Baptista; Venâncio Tomé e Mário Dionísio; Nuno Roque

Vitória SC
Nilson, Andrézinho, Sereno, Moreno, Milhazes, Flávio Meireles, Desmarets, Marquinho (Carlitos 61'), Nuno Assis, Fajardo (Cícero 61') e Roberto
Suplentes não utilizados: Nuno Santos, Custódio, Luís Filipe, Wénio e Gregory
Treinador: Manuel Cajuda
Golos: -
Cartões amarelos: Andrézinho (39'), Flávio Meireles (42') e Sereno (66')
Cartões vermelhos: -

Rio Ave
Paiva, Miguel Lopes, Gaspar, Edson, Sílvio, André Vilas Boas, Vítor Gomes (Taranti 90'), Wires, Chidi, Yazalde (Pedro Moutinho 90') e Fábio Coentrão (Livramento 87')
Suplentes não utilizados: César, Bruno Mendes, Evandro e Niquinha
Treinador: Carlos Brito
Golos: Fábio Coentrão
Cartões amarelos: 45' André Vilas Boas (45'), Chidi (54' e 90'), Vítor Gomes (65'), Edson (83') e Paiva (90')
Cartões vermelhos: Chidi (90')

 


                      Foto: vitoriasempre.net

 

Avaliação
A prestação do capitão, segundo a imprensa

Flávio Meireles - 4
Muito faltoso, deixou-se levar em demasia pelas emoções do jogo. 
O Jogo

Flávio Meireles - 5
Tentou arrumar a casa mas o cartão amarelo, visto muito cedo, terá inibido - e até amedrontado - o capitão vitoriano. Não costuma ser assim.
SportDigital

Flávio e Desmarets, falhanço a dobrar
Manuel Cajuda mexeu no duplo-pivot do meio-campo e o Vitória começou a perder aí o jogo. Flávio Meireles nunca conseguiu ser o médio de arreganho e raça a que nos habituou; Desmarets raramente fez uma boa circulação de bola e manteve-se muito circunscrito à zona central. O V. Guimarães ressentiu-se bastante do jogo negativo destes dois homens. João Alves fez muita falta esta noite. 
Destaques MaisFutebol

 

Resumo
Veja aqui o resumo deste jogo (GuimarãesTV)

publicado por CláudiaBragança às 22:03
link do post | comentar | favorito
|

.il capitano

Flávio Miguel Magalhães Sousa Meireles
Data de nascimento: 03/10/1976
Altura: 1,87m
Peso: 88 kg
Posição: Médio-defensivo
Número da camisola: 26
Nacionalidade: Portuguesa
Naturalidade: Ribeira de Pena
Residência: Guimarães

Trajectória:
1996/97: Moreirense
1997/98: Moreirense / Fafe
1998/2000: Fafe
2000/2003: Moreirense
Desde 2003: Vitória de Guimarães

.vídeos

Veja nonosso canal no You Tube
todos os vídeos relacionados com o Flávio.



Outros vídeos:

Declarações à GuimarãesTV

Reportagem RTP - Trio de Ataque

O capitão mais feliz do mundo

.o que dizem dele...

 

"O Flávio é o melhor
jogador que já treinei"
,

Manuel Machado 

 

"O Flávio é o melhor capitão
que tive em 25 anos de carreira.
Não que os outros não fossem bons,
mas ele é melhor,
porque além de tudo
é um colega."

Manuel Cajuda

 

"Nuno Santos aproveitou a
entrevista do jornal "O Vitória"
para falar de um atleta que o
impressionou pela positiva.
Nuno deixa aqui bem patente a
admiração por Flávio e enaltece
o peso do capitão no balneário:
"Quando cá cheguei, ouvi muitas
pessoas a dizer que o Flávio
estava há demasiado tempo no
Vitória. Dá-me vontade de rir,
porque as pessoas não fazem ideia
da importância do nosso capitão
dentro do balneário.
Ele é grande em tudo.
Transporta a mística do clube, integra
os que chegam, orienta os miúdos
e, além de tudo isto, dá a vida pelo
Vitória.

O Flávio, assim como o Moreno,
devem ser preservados, porque são
eles a alma do Vitória.
São os capitães na verdadeira acepção
da palavra. É um enorme prazer conviver
diariamente com gente desta natureza."
Nuno Santos (Jogador do VitóriaSC)

 

"Há um certo peso naquilo que eu digo,
tal como há no Flávio. Ele é a verdadeira
representatividade da massa associativa
dentro do campo, com o seu espírito guerreiro.
Capitão melhor do que ele não poderia haver,
é um capitão com propriedade porque se trata
de uma pessoa fantástica, um verdadeiro líder
que puxa sempre para cima."
Nilson (Jogador VitóriaSC)

.destaque Revista J

.Participe!

Qualquer dúvida, sugestão ou mensagem
que queira deixar neste blog por favor
utilize o nosso e-mail.

 

flaviomeireles26@sapo.pt

.links

.Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.arquivos

.número de visitas

.fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds